Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Diário de Anne Frank: para alunos das escolas de Oeiras ir ao teatro só custa 1 euro! Notícias

23/11/2016

​O Diário de Anne Frank, é uma peça de autoria de Éric-Emmanuel Schmitt, que estará em cena no Auditório Municipal Eunice Muñoz até 18 de dezembro.

Annelies Marie Frank (1929 - 1944) foi uma adolescente alemã de origem judaica, vítima do holocausto. Ela tornou-se numa das figuras mais discutíveis do séc. XX após a publicação de “O Diário de Anne Frank”, em 1947, que tem sido a base de várias peças de teatro e filmes ao longo dos anos.
Anne Frank esteve escondida com a família num anexo secreto numa casa em Amesterdão, na Holanda, para onde tinham fugido por causa da opressão do regime nazi.  Morreu em 1945, aos 15 anos, no campo de concentração de Bergen-Belsen, dois meses antes da libertação do campo pelos Aliados, mas concretizou o sonho de se tornar uma escritora.

O preço desta peça para os jovens que são alunos no concelho de Oeiras é de €1,00. Para isso basta apresentar o cartão de estudante nas bilheteiras do Teatro. Este preço é para qualquer uma das sessões (de quarta-feira a sábado, às 21h30 e aos domingos às 16H00).

Para reservar os seus lugares poderá ligar para o 937 081 517 ou enviar um e-mail para bilheteira@dramaxoeiras.com.

FICHA TÉCNICA
Autor: Eric Emmanuell Schmitt
Direção: Celso Cleto
Elenco: Alexandra Leite; Augusto Portela; Carmen Santos; Helena Veloso; Igor Sampaio; Joana Coelho; Rita Cleto; Sérgio Silva e Tiago Careto
Assistente de encenação: Paula Marcelo
Construção cénica: João Paulo – assistido por Abel Duarte
Figurinos: Nuno Vidigal
Cabeleireiro: Espaço Luz e Beleza
Som | Luz | Vídeo: Tiago Pedro
Divulgação: Patricia Gomes
Co-Produção: DRAMAX - Centro de Artes Dramáticas de Oeiras / Câmara Municipal de Oeiras
Classificação etária: Maiores de 12 anos

A Dramax-Oeiras põe em marcha um ambicioso arranque de temporada do Serviço Educativo, já que esta obra faz parte do programa de leituras para o Ensino Secundário.

Este espetáculo conta com o apoio da Camara Municipal de Oeiras e a colaboração da Fundação Anne Frank.