Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Prémio Melhor Município para Estudar Notícias

20/08/2014

Oeiras foi eleito como o Melhor Município para Estudar no âmbito da iniciativa “Prémios de Reconhecimento à Educação 2010”. A distinção foi entregue ao Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, numa cerimónia que decorreu no dia 5 de Julho, na Universidade Católica de Lisboa, no âmbito da 18ª Conferência SInASE, a qual foi presidida pela ministra da Educação, Isabel Alçada.

Esta foi a segunda edição do concurso “Prémios de Reconhecimento à Educação”, promovida pelas empresas groupVision SEE e SINASE, em conjunto com outros parceiros. Estes prémios têm como objetivo distinguir as boas práticas na educação.

 
A categoria “o melhor município para estudar” visa distinguir projetos de excelência desenvolvidos pelos municípios com vista a melhorar as condições de estudo dos seus alunos.
 
O Município de Oeiras concorreu com o Projeto “As melhores Escolas do País”.
 
O Plano Estratégico para os Equipamentos Educativos (PE3) do Município de Oeiras assenta sobre o mote “As Melhores Escolas do País”. O objetivo é integrar as várias valências técnicas como a arquitetura, a engenharia, o equipamento escolar e didático, a pedagogia e administração escolar. A rede escolar está também a crescer, através da construção de duas novas escolas, em Porto Salvo e Alto de Algés.
 
Para além da reestruturação e alargamento do parque escolar, Oeiras tem investido em várias vertentes no sector da Educação. O município garante as refeições escolares, tem quatro jardins de infância da rede pública com prolongamento de horário e há 4.809 alunos (88,6%) inscritos no Programa de Actividades de Enriquecimento Curricular. Das várias iniciativas desenvolvidas fazem parte, por exemplo, o Projeto Orquestras Sinfónicas Juvenis, o PESSOA (Promoção do Exercício e Saúde no Sedentarismo, Obesidade e Anorexia) e bolsas científicas para investigadores.
 
O investimento que o Município tem realizado ao nível das infraestruturas, dos equipamentos e da tecnologia – aplicada em todas as salas de aula -, a par de actividades de enriquecimento curricular, da implementação de programas de educação ambiental e de despiste da obesidade, fazem de Oeiras um exemplo nacional na área da Educação.
 
A rede escolar está, também, a crescer. No concelho de Oeiras vão nascer oito escolas, que integrarão o 1º Ciclo e o Jardim-de-infância e uma nova escola básica integrada em Barcarena. Vão ser requalificadas as escolas do 1º Ciclo e aumentada a oferta do Pré-escolar. Vão ser construídas cerca de 130 novas salas para os alunos do 1º Ciclo e 24 salas de actividades para as crianças do Pré-escolar. Vai ser aumentada em cerca de 67% a capacidade de acolhimento dos Jardins de Infância para crianças entre os três e os cinco anos. As primeiras duas escolas já estão a ser construídas, uma em Algés e outra em Porto Salvo.