Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Entendimento entre Município e Técnico marca novo ciclo na ciência e investigação em Oeiras Notícias

25/09/2020

O presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, e o presidente do Instituto Superior Técnico (IST), Rogério Colaço, assinaram hoje, dia 25 de setembro, um memorando de entendimento que visa a elaboração de um programa de desenvolvimento do Campus Universitário do Taguspark e a programação das atividades do IST no seu Pólo de Oeiras para o quinquénio 2020-2025.


Para Isaltino Morais este entendimento traduz-se num "passo importante", que mostra como o "Município entrou efetivamente num novo ciclo de desenvolvimento, com o desígnio da nova marca Oeiras Valley".

"Apesar do contexto pandémico, as grandes coisas que deviam acontecer continuam a acontecer e os próximos anos vão ser de grandes transformações no nosso concelho", revelou o autarca. E acrescentou: "estão reunidas as condições necessárias para passar da cordialidade a parcerias que contribuam para grandes transformações", reforçando-se a aposta na investigação, inovação, ciência e tecnologia.

Para o presidente do IST, Rogério Colaço, a assinatura deste memorando é "o começo deste recomeço" nas relações com o Município.

Esta iniciativa, inserida na agenda da Estratégia Ciência e Tecnologia de Oeiras, apresenta-se como uma oportunidade para consolidar a presença territorial de uma das mais prestigiadas e conceituadas escolas de engenharia do mundo que, a par de outras instituições de ensino e de investigação, compõem o ecossistema de referência territorial nas áreas da Ciência, Tecnologia e Inovação. Além disso, contribui para alavancar a visão futura de um concelho altamente qualificado e atrativo para universidades e empresas de base científica e tecnológica.

Neste entendimento, é considerada prioritária a intervenção no enquadramento paisagístico e a oferta de equipamentos culturais, desportivos e de lazer, associado à ampliação das residências universitárias.

A par disto, prevê-se ainda melhores acessibilidades e uma rede municipal de ciclovias e sistema de bicicletas partilhadas que tornará este Campus Universitário do IST – Taguspark numa nova centralidade para os que ali estudam, trabalham e visitam. Está ainda prevista uma colaboração para alargamento da oferta de residências universitárias com um aumento esperado em 150 a 200 camas.

Ao IST cumpre manter o atual número de alunos e atrair novos docentes para que possam sediar a sua atividade no Campus, quer através da criação de novos cursos, quer em novos projetos de investigação e desenvolvimento. Além disso, o IST compromete-se a investir no desenvolvimento e crescimento dos laboratórios temáticos já existentes e também no lançamento de outros dois laboratórios que se encontram numa fase embrionária: o Laboratório de Logística e o Laboratório de Inovação Social (ambos do CEG-IST: Centro de Estudos de Gestão).

O IST criará um programa de visitas de curta e longa duração capaz de atrair investigadores e professores estrangeiros para realizar visitas e sabáticas no Campus, contribuindo assim para o enriquecimento e internacionalização da comunidade IST e do Município em geral.

No âmbito da reestruturação de ensino planeada para 2021/22, o IST poderá oferecer, nas suas instalações do Taguspark, uma infraestrutura para desenvolvimento de provas de conceito que respondam a necessidades das instituições de Oeiras.

Por fim, o IST compromete-se a desenhar atividades educativas para o Oeiras Educa e a implementar o projeto Engenharia nas Escolas de Oeiras, que visa atrair e entusiasmar os jovens pela tecnologia e pelas engenharias.