Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Oeiras atribuiu ajuda para a promoção de programas de saúde em meio escolar Notícias

26/02/2021

O Município de Oeiras vai atribuir uma comparticipação financeira à Associação Prevenir, no valor total de 21.975,00€ (vinte e um mil novecentos e setenta e cinco euros), destinado ao acompanhamento ao Programa "Nino e Nina: Programa de Competências", "Programa Crescer a Brincar" e "Programa Eu passo…" no ano letivo 2020/2021.

A Associação Prevenir é uma ONG sem fins lucrativos cuja missão é o desenvolvimento de programas longitudinais de Prevenção e Promoção da Saúde que assentam na formação certificada dos professores, com o objetivo de os capacitar para intervir com os alunos na promoção das competências interpessoais, permitindo-lhes gerir os riscos associados a determinados comportamentos, nomeadamente à violência, bullying e abandono escolar.

Face à pandemia, a Associação promotora tem os programas adaptados às circunstâncias atuais:

– Formação de professores ministrada on-line, via skype, pela Associação;

– Acompanhamento das atividades implementadas pelos professores no âmbito dos projetos;

– Criação de um grupo fechado do Facebook para cada sala de pré-escolar, para lançar desafios às famílias e ajudá-las a realizar pequenas tarefas com as crianças que ajudem a ocupar-lhes o tempo e a aliviar a tensão e ansiedade de estar sempre em casa;

– No 1.º ciclo as crianças executam as atividades dos manuais "Crescer a Brincar" nas aulas ou em casa, com orientação dos professores, à semelhança do que fazem noutras disciplinas (português, matemática, inglês e estudo do meio). Estas atividades são mais lúdicas e permitem descomprimir, criar espaços de partilha e gestão das emoções em família;

– No 2.º ciclo, através dos manuais do "Programa Eu passo", é dada continuidade à intervenção, abordando temáticas como a gestão emocional, a tomada de decisão, a pressão de pares, a educação sexual e a prevenção do consumo de drogas.

Estes três programas adaptaram-se a esta nova realidade e reforçaram a sua importância, pois estão a apoiar pais e crianças/jovens a gerir as emoções provocadas pela pandemia promovendo a saúde mental dos mais novos.